Monthly Archives: September 2014

Kyoto

Golden-Pavilion

Primeiro Dia:
Templo Kinkaku-ji: (1 Ginkakuji-cho, Kita-ku) (pegar o ônibus na Kyoto station, ponto de ônibus Kinkakuji-michi, rotas 5, 17 e 100) (08:30 – 17:00, 500 yen/$5) – o templo do Golden Pavillion, antes conhecido como Rokuonji, é a atração turística mais famosa de Kyoto. Originalmente construído como uma casa de repouso para Shogun Ashikaga Yoshimitsu no século 14 e logo depois convertido em um templo pelo seu filho. Um monge que ficou obsecado pelo templo colocou fogo nele em 1950.

Philosopher’s path: (Tetsugaku no michi) – caminhada agradável de aproximadamante 2 km entre Kinkaku-ji e Nanzenji. O nome vem do mias famoso filósofo japonês Nishida Kitaro que costumava medidar pela região.

Templo Nanzenji:  (08:40 – 17:00, 500 yen/$5) – um dos mais importantes templos Zen do Japão. O templo de Nanzenji possui um amplo espaço com vários sub-templos. Ele faz parte da história Zen Japonesa desde 1386 quando adquiriu o controle dos 5 grandes templos Zen.

Heian Shrine: (seguindo a trilha a direira atrás do templo Nanzenji ao longo de um pequeno canal Keage Incline, se chega até o portão Torii, vire a direita até o santuário Heian) –

Yasaka Shrine: (do santuário Heian, se retorna para o portão Torii e caminhar pelo parque Maruyama se chega até o santuário Yasaka) – um dos mais famosos santuários de Kyoto, foi fundado a mais de 1350 anos.

Templo Kodaiji: (a partir do santuário Yasaka, retorne para o parque e vá em direção a Kodaiji) – o templo Kodaiji  foi estabelecido em 1606 em homenagem ao Toyotomi Hideyoshi, figura histórica importante do Japão.

Higashiyama: (ao sair do templo Kodaiji, siga em direção ao sul e passeie pelas históricas ruas do bairro Higashiyama) – bairro histórico de Kyoto.

Templo Kiyomizudera: (depois de passar por Ninenzaka e Sannenzaka ainda no bairro Higashiyama, siga até o templo Kiyomizudera) – fundado em 780, Kiyomizudera é o templo mais celebrado do Japão. Em 1994, foi proclamado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Gion: Bairro mais famoso de Kyoto, lugar onde pode se ver Geishas e também apreciar comida típica japonesa.

Segundo Dia:
Castelo Nijō: (estação Nijojo-mae, da estação Kyoto, pegar o metro Karasuma e depois a linha Tozai) (08:45 – 17:00, 500 yen/$6) – construído em 1603, o castelo Ni-jo foi a residência de f Tokugawa Ieyasu, o primeiro shogun do período Edo. Depois de sua queda, o castelo serviu de palácio imperial antes de ser doado para a cidade de Kyoto e aberto ao público. Em 1994, foi proclamado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Palácio Imperial de Kyoto: (estação de metro  Imadegawa) (é necessário realizar reserva no local para poder fazer o tour pelo palácio) – serviu de residencia da família imperial japonesa até 1868 quando o imperador e a capital mudaram de Kyoto para Tóquio.

Mercado Nishiki: (estação Shijo, linha Karasuma) (09:00 – 18:00) – trata-se de uma rua estreita de 5 blocos com várias lojinhas. Também conhecido como “Kyoto’s kitchen”, o comercio aqui é especializado em  todo tipo de comida.

Arashiyama: (desde a estação Kyoto, pegar o JR até a estação Saga-Arashiyama (15 minutos)) – bairro localizado no suburbio de Kyoto mas que vale a pena uma visita.

Ponte Togetsukyo: (desde a estação Kyoto, pegar o JR até a estação Saga-Arashiyama (15 minutos)) – cohecida como “moon crossing bridge”, é o ponto de interesse mais icônico de Arashiyama. Construido originalmente entre 794-1185 e recostruido  1930, a ponte forma um interessante contraste com avegetação local.

Templo Tenryuji: (08:30 – 17:00, 500 yen/$6) – dentre os 5 templos Zen de Kyoto, Tenryuji é o maior e mais impressionante templo de Arashiyama. Fundado em 1339, durante o início do período Muromachi, o templo é Patrimonio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Bamboo Groves: (do templo Tenryuji a dica é retorna para a estação Arashiyama e alugar uma bicileta).

Templo Jojakkoji: (09:00 – 17:00, 400 yen/$4) – este pequeno templo localizado na montanha foi contruído em 1596. O clima é tranquilo e silencioso e de alguns pontos é possível ver a cidade de Kyoto ao fundo.

Gioji: (continue norte depois de Jojakkoji em direção ao templo Gioji) (08:45 – 17:00, 300 yen/$4) – o templo de Gioji fica ainda mais escondido na floresta que Jojakkoji. O templo e bastante conhecido pelo seu jardim de musgo.

Rua Saga-Toriimoto: (depois de visita Gioji, continue na rua principal até chegar a histórica rua de Saga-Toriimoto) – trata-se de uma rua que te leva de volta ao período Meiji de 1868 – 1912.

Templo Otagi Nenbutsuji: (ainda seguindo a rua principal vá até o templo Otagi) (08:00 – 17:00, 300 yen/$4) – este templo é famoso pelas 1200 estátuas de pedra de rakan, cada uma com uma expressão facial distinta.